Marketing Digital 

Por oposição ao Marketing Tradicional e tendo por base a definição global de Marketing, podemos referir-nos ao Marketing Digital como a vertente de comunicação em meios digitais, sujeitos ou não a uma ligação à Internet. 

Embora se saiba que os dois tipos de comunicação são complementares, importa salientar algumas diferenças. O Marketing Tradicional envolve, de forma geral, investimentos mais elevados, é utilizado para atingir massas, é visto como um bom canal de branding e ainda está associado a um certo prestigio. Há inclusive algumas técnicas, colocadas de parte, que voltam a fazer sentido para determinadas entidades, como por exemplo, o envio de correspondência, física, personalizada.

Por outro lado, o Marketing Digital está associado a menores investimentos e à mensurabilidade dos mesmos, à abrangência de se poder comunicar para vários países, ou localmente, consoante as necessidades, à segmentação detalhada, à interatividade, à participação do cliente e ao relacionamento mais próximo e personalizado.


Marketing Digital

 

 

A interactividade e o marketing

 

A Internet possibilita maior interacção e individualização quer a empresas quer a consumidores. Antes deste fenómeno as empresas remetiam as suas ofertas atra­vés dos meios tradicionais de marketing, tais como revistas, boletins informativos e anúncios. Hoje as empresas podem particularizar os conteúdos aos consumidores, os quais, por sua vez, também podem personalizar os conteúdos que querem rece­ber. Além disso as empresas podem comunicar e interagir com grupos muito maio­res do que antigamente.

Actualmente o processo de troca é cada vez mais iniciado e controlado pelo cliente. É este que convida as empresas e aproximarem-se e a participar na troca de informações.

A interactividade e o marketing


Para Kotler o marketing interactivo proporciona muitos benefí­cios específicos. Exemplos:
  • Os seus efeitos podem ser medidos e identificados facilmente;

  • Os anúncios publicitários podem ser contextualizados a partir de keywords que os utilizadores insiram nos motores de busca;

  • A Internet é particularmente eficaz para alcançar as pessoas durante o dia. Isto permite alvejar o mercado, em circunstâncias diferentes das tradicionais;

  • Consumidores jovens com poder aquisitivo e boa escolaridade, tomam mais deci­sões de compra pela Internet do que pela TV.

 

Marketing Digital e Webmarketing

 

Webmarketing prossegue objectivos de marketing aplicando tecnologias digitais, mas não esgota todas as possibilidades do uso de comunicações electrónicas inte­ractivas para atingir os ditos objectivos de marketing.

Webmarketing é uma espécie do género Marketing Digital. 

O Marketing Digital abrange mais meios e tecnologias do que o webmarketing, tais como o mobile marketing, a televisão interativa ou os quiosques electrónicos com ecrãs táteis.

Tal como no Marketing Digital, o Webmarketing é uma abordagem de marketing em que se espera que seja o cliente potencial a iniciar o contacto com a organização. Nisso consiste o conceito de «Inbound Marketing», em que o cliente actual ou potencial pode telefonar para um call-center duma empresa ou visitar o seu site. 
Diferente­mente, no «Outbound Marketing» é a organização que inicia o contacto com o cliente, por exemplo, através de telemarketing e outros métodos de marketing direto e intru­sivo, como a colocação de folhetos no pára-brisas do carro ou a abordagem nos pontos de venda por promotores comerciais.

José Tomás Sebastião

Sobre o autor:
  • Consultor na PWM
  • Webdesigner há quinze anos
  • Estudou Engenharia de Telecomunicações e Informática no Instituto Superior Técnico.

Susana Cebolas


Sobre o autor:

Sobre o autor:
  • Marketing Consultant na Fullsix Portugal
  • Pós-graduação em Marketing Digital (IPAM)
  • Licenciatura em Relações Públicas e Comunicação Empresarial (ESCS-IPL)
  • Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais (FCSH-UNL)

Glossário