Linkspam


 

É uma técnica de SEO Black Hat usada por alguns webmasters para subir no posicionamento dos motores de busca, tentando criar a ilusão de que as suas páginas web são importantes porque têm muitos links a apontar para elas.
Para o efeito pagam para colocar links noutros sites ou oferecem-se para trocar links em acordos do género "Tu lincas para mim e eu linco para ti".
Este procedimento é uma ameaça para os motores de busca pois, se nada fizerem, os seus resultados de pesquisa perdem qualidade e os utilizadores mudam-se para a concorrência. Com efeito, se nada fizessem, as páginas relevantes tenderiam a ficar abaixo das páginas manipuladoras com menor qualidade.
Porém, os algoritmos dos melhores motores de busca detetam muitas destas técnicas Black Hat, desclassificando ou banindo automaticamente as respetivas páginas. Para cobrir eventuais falhas nos algoritmos, os motores de busca têm equipas para despromover manualmente os sites e reportar as falhas.
Nos casos mais graves, quando é detetado um padrão de links artificiais ou manipuladores, provenientes ou direcionando para um website, este é removido do seu índice, não aparecendo mais nos resultados de pesquisa.

No site Google Por Dentro da Pesquisa (imagem de baixo) pode ver-se em tempo real exemplos que a Google publica de sites que acabaram de ser removidos.


Linkspam

Alguns dos esquemas de linkspam são:

Glossário